SILÊNCIO, POR FAVOR! — O sentido do ser

“O silêncio foi a primeira coisa que existiu. Um silêncio que ninguém ouviu. Astro pelo céu em movimento e o som do gelo derretendo. O barulho do cabelo em crescimento e a música do vento e a matéria em decomposição.” In: O Silêncio – de Arnaldo Antunes

SILÊNCIO, POR FAVOR! — O sentido do ser

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s