Amanhecer a divagar

Em tempos de desalento, é a solidão que nos domina. É o não ser compreendido e invisível no meio de uma multidão com que nos cruzamos todos os dias. É querer conversar e não falar a mesma língua. É andar por caminhos escuros e desertos sem ter quem abraçar e sentir o calor do abraço. … Continue lendo Amanhecer a divagar

Anúncios

Amanhecer a divagar

Temos de saber conviver de maneira pacífica e harmoniosa. Lutar contra a natureza, é lutar contra tempo perdido. Contra a natureza seremos sempre derrotados. Apesar do desalento que nos domina, temos de aprender a viver em harmonia, intensamente e incondicionalmente. A lei que nos comanda, é o amor!

Amanhecer a divagar

Vamos acumulando as mágoas de revolta dentro de nós. Vamos enfraquecendo e envelhecendo num curto período de um tempo que tem prazo de validade e esquecemo-nos que somos comandados pela natureza que habita dentro de nós.

Amanhecer a divagar

Pulamos neste ciclo planetário de mudanças irracionais, tomado por ventos que nos levam sem rumo, por vezes, ferindo-nos à medida que vamos pulando sem sabermos lidar com paciência o que vamos aprendendo.

Amanhecer a divagar

Não saber lidar com as decepções e não saber lidar com o passado, é depois não saber aprender a plantar o presente para colher no futuro. As interrogações nas decepções, levam-nos a indecisões desgovernadas vagueando num mundo sem rumo. Andamos apenas daqui para ali e dali para acolá a saltitar. Filipe MiguelDesalento

Amanhecer a divagar

Entre lutas e controvérsias, lágrimas e solidão, ficam para memória futura, as marcas de tentativas falhadas de ser feliz na vida. No final, é como aparecer um arco íris a preto e branco.

Amanhecer a divagar

Num desalento da alma e num corpo cheio de mágoas, ela despeja-se em lágrimas por tanta infelicidade e uma tristeza sem fim. É uma dor que poucos são capazes de compreender, a dor de um corpo que se sente a perder por já não ter forças para continuar a lutar. Filipe MiguelDesalento

Amanhecer a divagar

Somos uma alma no meio de tantas. Somos almas que choramos e almas ignoradas. Somos lágrimas que derramamos por um rosto triste e sem carinho. Somos almas que de certa forma procuramos outras almas capazes de sentirem e sorrirem junto de nós, mas poucas são as que as encontram.

Amanhecer a divagar

O sucesso não são sempre glórias e alegrias. O sucesso também são lágrimas e corações destroçados, lágrimas de luta por chegar mais longe e corações destroçados por não ter conseguido. É viver as coisas mais simples e mais maravilhosas profundamente. É a viver assim que se alcança a glória e o sucesso.

Amanhecer a divagar

Sinto-me entrelaçado nesta rede de ideais criada por algum inconsciente abestalhado desta sociedade, na qual se sente desacordado e destroçado como um pássaro sem asas.